terça-feira, 8 de março de 2011

Dercy Gonçalves no Céu... (autoria desconhecida)



- Porra tá frio aqui em cima.
- O céu não tem temperatura, minha senhora - pondera um porteiro celestial
de plantão..
- Não tem o cacête. Tá frio sim senhor - insiste Dercy.
- Prefere o inferno? Lá é mais quentinho!
- Manda tua mãe pra lá. Cadê o Pedro?
- Pedro só atende aos purificados.
- E eu tô suja por acaso? Tô cagada, esporreada?
- Você primeiro tem que passar pelo purgatório, ajustar umas continhas...
- Não devo nada a viado nenhum.
- Você foi muito sapeca lá por baixo.
- Como é que você sabe? Andava escondido debaixo das minhas saias?
- Dercy, daqui de cima a gente vê tudo.
- Vê porra nenhuma. Vê a pobreza, a violência, meninas de 4 anos sendo
estupradas pelos pais, político metendo a mão no dinheiro dos pobres,
carinha cheirando até bosta pra ficar doidão? O que vocês vêem? Só me viam?
- Você fala muito palavrão.
- Eu sempre disse que o palavrão estava na cabeça de quem escutava.
Palavrão é a fome, a falta de moral destes caras que pensam que o mundo é
deles. Esses goelas grandes e seus assessores laranjas, tangerinas e o
cacête!
- Está vendo? Outro palavrão.
- Cacête é palavrão, seu porteiro do caralho? Palavrão é a Puta Que o Pariu!

(silêncio por alguns segundos)

- Seja bem vinda Dercy. Sou Pedro. Pode entrar.

- CARAAAAAALHO!!! Não é que eu morri mesmo?!!! E o purgatório?

- Você já passou 101 anos por ele, lá no Brasil. Venha descansar!!!

3 comentários:

ebraelshaddai disse...

kkkkkkkk Eu pensei que o Brasil era o inferno! kkkk jurava que a Besta Barbuda, da qual falava Nostradamus, era o Lula e que todos teriam um dia o chip da Besta (cartão magnético do Bolsa-Família)...

A Dercy era sábia mesmo! Pooooorra meu!

Abçs!

Adriano disse...

Pouts, kkkkkk rachei de rir aki cara, muito boa essa, derci era sem dúvidas fantástica...
aew cara, to te seguindo se puder me segue tambem... vlws

Jackie Freitas disse...

Olá meu querido Otávio!
hahahaahaha...Sensacional! Pior que mesmo com tantos palavrões ela tem razão... Palavrão é a fome, corrupção, miséria, pobreza, falta de ensino e saúde... Se formos mesmo analisar, tem tantas coisas mais imorais do que os palavrões dela...
Muito bom, meu querido! Adorei!
Grande beijo,
Jackie