sábado, 4 de abril de 2009

Como formar um marginal?

Como formar um marginal?

Exemplo extraído da ficção ajuda a refletir sobre a vida real
Por Carlos Alberto Barcellos, professor

Falar em ética está ficando algo distante de nossa realidade. Gloria Perez, autora da novela Caminho das Índias, apresenta para nossa reflexão um exemplo clássico de como se forma um marginal ou delinquente.

Educado por adultos inconsequentes a transgredir, o jovem personagem faz de suas vítimas verdadeiros objetos de deboche e de desprezo pelo ser humano. A cena em que ele agride a professora é carregada de realidade. A ficção proposta por Gloria Perez há muito tempo tem se constituído numa cena real de nossas escolas.

A direção dessa escola ficcional decide, então, suspender o aluno, como forma de mostrar aos demais estudantes que, naquela escola, existe disciplina e regramento, independentemente do valor da conta bancária.

Os pais, grandes estimuladores da marginalidade do filho, prontamente saem em sua defesa. O argumento usado não tem nada de ficção. Colocam uma direção de escola sem rumo em xeque ao afirmar que são eles que pagam a escola. Como já vimos esse filme na realidade, fica o dito pelo não dito. Aquele garoto volta com a certeza de que será sempre acobertado por adultos incoerentes. Imagino que, ao longo da novela, a autora deverá discutir a mudança de quadro. Também não me surpreenderia se nada mudasse, apenas para confirmar o quadro patético de vazio existencial vivido pela geração a que temos a responsabilidade de educar.

O agressor, caso do personagem da novela, está à solta em todos os cantos de nossa sociedade. Intimida a todos pelo poder do dinheiro ou pelo poder da força. O agressor sabe constituir sua turma, que o segue embevecida, como se estivesse seguindo um deus. Essa turma despreza por completo normas de convivência. A cena da novela pode ser vista todos os dias em escolas brasileiras no famoso corredor polonês. Para quem nunca viu em uma escola, duas filas de estudantes se dispõem a dar tapas naquele que foi eleito para sofrer a punição da hora. Agressores são cruéis. Perdem a noção do juízo moral. Para eles, a palavra limite inexiste. Estão acima do bem e do mal. Ofendem professores, serventes, pessoas que passam nas ruas, tanto quanto pela força dominam seus pais em casa. Esse é o quadro de uma infantocracia e adolescentocracia que desconhece a palavra não.

Gloria Perez contribui para que saibamos ler as lições da ficção. Trazê-las para a luz do dia da vida da escola é necessário. De uma maneira explícita, ela nos apresenta uma aula de como se faz bullying nessa instituição. Tiros em Columbine é um documentário-filme obrigatório de se ver.

Como lidar com agressores e seus grupos? Como minimizar as agressões de todos os níveis das vítimas de condutas recorrentes? Como aprofundar com a grande massa dos indiferentes e silenciosos, quase sempre coniventes, temas tão significativos? Que lugar essa discussão ocupa na mesa de nossas casas e nossas escolas? Perguntas que clamam por respostas que vão além da mera indignação diante do personagem da novela de Gloria Perez.

Créditos:
http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/oxdaeducacao/noticia/detalhe/Artigo-Como-formar-um-marginal-.html

50 comentários:

jean disse...

O que deixa a nós da classe baixa ou media (la sei eu em que classe estou inserido) mais indignados é o fato de falarem que os pobres são marginais,ladrões,drogados e outras coisas piores.Não que alguns não sejam só que a marginalidade e a violencia não se julga através de conta bancaria e sim do carater da pessoa.
Mas como é dificil pôr isto na cabeça das outras pessoas.

Jean Mendes
3C

REDAÇAO disse...

Não sei até que ponto vamos chegar, com tanta marginalidade mas o que sei é que isso nunca vai acabar.Devo concordar que os pais ajudam muito seus filhos,ums por medo outro por que não sabem o que fazer.Acho que as companiastambém enfluênciam um pessoa a se tornar um marginal.As drogas entende é um mundo cheio de coisas ruins,são varias possibilidades da pessoa se envolver na marginalidade.E claro que os descriminados são os de baixa renda e negros,pra ser um marginal ou seja lá o que for não precisa ter raça,e nem classe social boa.A violência é um fato que não podemos explicar,como já tinha falado são vários fatores que envolvem isso....

RENATA BRITTO 2G

Anônimo disse...

concerteza o assunto que trata este texto e realmente a pura realidade das escolas brasileiras.
mas acho que isto só acontece por que falta autoridade dos educadores sobre os delenquentes!mas isso é um problemas que deve ser tratado por todos: pais,educadores e as autoridades das escolas contando com o apoio dos alunos.

karina
2 G

Anônimo disse...

O que acontece na novela realmente na minha opniao nao e sempre o que acontece na vida real algumas coisas anormais que acontece por exemplo:o aluno bater na professora e nao acontecer nada... se isso acontecer vai dar muuitos problemas para akele que fez o delito.!
Axo que fica um pouco fictício para o que acontece na realidade.. :D
Rhaylander Luis
Pelotas Rs

Bruno disse...

Essas atitudes não se limitam as escolas estão também nas ruas , ou em qualquer lugar .
tais atitudes estão ligados com a falta de comunicação entre os pais e filhos , mas quero deixar claro que não estou colocando a culpa nos pais pois as vezes os filhos são tão agressivos com os pais como são com qualquer um.
Mas a alguns pais que são sim responsáveis pela agressividade de seus filhos ou por mimarem demais ou por dar razão a tu de errado que o filho faz acabam estragando seus filhos .
No caso das escolas algumas deixam a desejar no fato de não fiscalizarem os alunos com bons monitores e com severas punições , nem chegando com um acordo comum com os pais para os mesmos conversarem com seus filhos sobre esse tipo de atitude , só assim será possível combater essa marginalidade , obs combater nao acabar


BRUNO JACHSON MENDES 2°G

Thathazinhah disse...

Com certeza essas pessoas que fazem isso, ( A GRANDE MAIORIA) os pais são responsáveis pelas atitudes dos filho passando a mão em suas cabeças quando fazem algo de errado, não os punindo devidamente,mostrando que todas as pessoas dependente da classe social são iguais, claro que também não são todos.

karina disse...

É, dizer mais o que em relação a esse texto ?
Que é a pura realidade? Que indiferente, do país, estado, ou cidade .. Sempre acontece essas 'marginalidades'.
O mundo está rodeado de pessoas sem caráter, sem dignidade, e sem respeito!
Pessoas, que não pensam no próximo, e sim só nele mesmo!
Dinheiro? Tem alguma diferença, se formos olhar o interior do ser humano? .. no meu ponto de vista não, mas cada um é cada um né ..
Dinheiro trás, objetos, imóveis e mais uma série de coisas ..
Mas quando se trata, de pessoa, caráter, respeito .. Não tem nenhum dinheiro que pague ou compre!
E acabar com a margilidade? Acho muito difícil, ao invés de ta nascendo pessoas melhores, a cada dia piora mais.
Um que mata, outro que rouba, que agride, que humilha.
Mas, no fundo todo mundo tem uma esperança ..
Quem sabe, se os pais, professores, falando ajudando, não dá pra mudar essa história! Não dependendo só dos outros, e sim de 'nós mesmos'!

Stephanie Prietsch 2ºG

Thathazinhah disse...

eu acho que a grande maioria são responsabilidades dos pais os filhos serem assim, os pais não punem seus filhos, não mostram que eles tem que ter respeito pelas outras pessoas e não tam nem ai se os seus filhos estão fazendo de errado.
Mas claro que não são todos.
thais botelho da cunha 2g

andriele disse...

HOJE EM DIA A MARGINALIDADE ESTÁ FORMADA DEVIDO A FALTA DE DISCIPLINA NA SOCIEDADE AS PESSOAS JÁ NÃO SE IMPORTA MAIS COM O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM AS PESSOAS OU COM O MUNDO SE ACONTECE UM ATO DE VIOLÊNCIA COM ALGUÉM E A PESSOA VAI DA PARTE LEVA SE MESES PARA SER RESOLVIDO É SE FOR RESOLVIDO OU ATÉ PODE LEVAR ANOS,AS VESES AS PESSOAS ACABAM NEM PROCURANDO A JUSTIÇA POIS SABEM QUE ELA NÃO VAI SER CUMPRIDA ENTÃO AI ACABAM PARTINDO PARA AGRESSÃO FAZENDO JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS E AI QUE COMEÇA MARGINALIDADE O CRIME E A VIOLÊNCIA A AUMENTAR POXA O MUNDO A SOCIEDADE PODERIA SER MAIS UNIDA FORMAR UM CONJUNTO AMIGO E HARMONIOSO E AS VESES AS CRIANÇAS QUE ESTÃO CRESCENDO PRESENCIAM ESSE TIPO DE VIOLÊNCIA E ACABA PREJUDICANDO A EDUCAÇÃO DE NOSSAS CRIANÇAS ENTÃO EVITE A VIOLÊNCIA AJUDE A MELHORAR O MUNDO NÃO FIQUE CALADO OU AI PARADO PARA VER AONDE ISSO VAI DAR AJUDE SEJA CONSCIÊNTE E NÃO SEJA MAIS UM A PRATICAR A MARGINALIDADE SEJA UMA PESSOA DE "BEM"!!ANDRIELE 2G

talisson disse...

Na maioria das vezes, quando nós vêmos na TV os acontecidos, como assaltos, drogas, etc... são sempre em favelas ou em lugares de baixa renda. Mas a realidade não é essa, muitos dos traficantes do nosso Brasil fornecem drogas para elementos cuja renda mensal é muito elevada e nem sempre quando se consegue pegar um indivíduo desses a divulgação fica visivel para todos, o brasil atualmente acoberta muitos crimes vindos da "burguesia".

Ki disse...

Bom, o texto fala de um assunto bem polêmico na sociedade.
Marginais existem em toda parte seja nas favelas ou em 'coberturas', só que há uma grande diferença entres esses dois tipos de marginais, pois os da favela não tem muita chance de sair ilesos caso forem pego, já os marginais com uma boa conta bancaria geralmente saem totalmente ilesos e o que é pior com a ajuda dos proprios pais.

Jaqueline 2 F

Douglas disse...

Eu Douglas acho que se a criança receber a orientação certa tanto em casa e também na escola não tem por que ela se rebelar de certo modo a atacar um professor.

emerson disse...

o texto diz tudo a ver com os dias de hoje
o marginal esta em tudo que e lugar mas tem um
que sao acobertado pelos pais e por isso ficam pior do q sao...

william disse...

olha eu acho q a classe social de cada pessoa nao tem nada a ver com o comportamento do ser humano.
o inicio de tudo começa na nossa casa, e pela educaçao de nossos pais.
eu nao concordo com esta questao de todo o marginal ser pobre,a tantos ricos q se metem em escaldalos, com trafico roubo,etc.. a tantos pobres engressando faculdade de medicina, direito, e por entanto e pobre.
acho q devemos parar e pensar com tanto preconceito, e cair na realidade, ninguem escolhe sua classe, vivemos simplesmente naturalmente, cada um com seu cada qual, mas sempre eticos e verdadeiros...
sei q nao da para mudar o começo, mas se agente quizer vai da para mudar o final.

Fernando disse...

hoje em dia isso so esta crescendo,por influencias de mas companhias!e a maioria das noticias que da na televisao a maior parte é de violencia contra outra pessoa!
E tambem alguns professores tem culpa por nao saber lidar adequadamente com certos problemas;nao tendo dialogo com as pessoas ,para tentar reverter o problema!

Fernando disse...

hoje em dia isso so esta crescendo,por influencias de mas companhias!e a maioria das noticias que da na televisao a maior parte é de violencia contra outra pessoa!
E tambem alguns professores tem culpa por nao saber lidar adequadamente com certos problemas;nao tendo dialogo com as pessoas ,para tentar reverter o problema!

rosiane disse...

Com o passar do tempo a violencia tem aumentado bastante em qualquer lugar, até mesmo nas escolas, alunos que não respeitam os professores e tambem professores que agridem alunos.
mas acho que isso consequencia da sociedade por achar que seram melhores, até mesmo mais poderosos com tais atitudes.
Rosiane 2ºF

Fernando disse...

hoje em dia isso so esta crescendo,por influencias de mas companhias!e a maioria das noticias que da na televisao a maior parte é de violencia contra outra pessoa!
E tambem alguns professores tem culpa por nao saber lidar adequadamente com certos problemas;nao tendo dialogo com as pessoas ,para tentar reverter o problema!ass;fernando mininni2ºf

rosiane disse...

a personalidade das criamcas e adolecemtes depemde muito da educacao que os pais dao muitas vezes os pais nao sabem dizer nao pro seus fillhos e eles acabam ficamdo muito mimados e por isso acabam quebrammdo a cara e se tornamdo revoltados brigam por qualquer motivo batem por qualquer coisa querem que as pessoas aceitem tudo oque eles dizem nas escolas este comportamento e muito frequemte alunos batem nos professores agridem os colegas emfim a violemcia esta em toda parte e nos como sociedade temos o dever de mudar isso educamdo nossos fillos corretamente Amanda 2f

snipe_peppers disse...

marginal para min é o cara q rouba de pessoas com menas condições q ele...
O crime tem a sua rota, mas, ao contrário do que às vezes dizem, não começa na rua. Na maioria das vezes, começa em casa, na educação familiar.

Existem pais que se empenham em fazer de seus filhos um delinqüente, um violento, um mau caráter, um mentiroso, um oportunista etc.

Para formar um marginal não é fácil. Alguns requisitos são essenciais. Da mesma forma que muitos não têm vocação para ser policial, médico, jornalista, pedreiro, há criminosos que praticam o mal sem ao menos ter habilidade pra isso. São esses os primeiros a morrer.
Contudo, o ser humano tem por instinto a prática do mal. É muito mais fácil vermos uma criança rindo de um coleguinha da escola por ele ter escorregado numa casca de banana do que alguém empenhado em levantá-lo.

Na mídia, as notícias violentas, as fofocas e as catástrofes dão mais audiência que as ações humanitárias.

Então, quando um pai e uma mãe passam a mão sobre a cabeça dos filhos que praticaram algo errado, certamente estarão sinalizando para esse filho que aquela prática não é má, que a sociedade é que deve absorver seu comportamento. Isso é o bastante para termos um marginal em potencial. Se ele não se tornar um no futuro foi obra do acaso, e, inclusive, seus pais deveriam ficar frustrados, pois o treinamento que deram, ainda que inconsciente, foi para isso.
by [wesley-bonelove]

jennyh disse...

Acredito que a novela de Gloria Perez só mostra a realidade vivenciada nas escolas públicas brasileiras.É um absurdo, mas infelizmente é verídico que alguns alunos se aproveitam de suas condições físicas para abusar de outros. Acho que se o diretoria dessas escolas se mobilizasse junto aos pais e a comunidade, encontraria uma solução para esse problema. E até mesmo os próprios alunos poderiam ajudar excluindo esses indiciplinados de suas relações de amizades como forma dele refletir sobre seus atos.

Rafael disse...

A partir do momento que a punição seja dada de maneira correta, isso deveria vir dos pais desde a infância, isso iria diminuir... Um aluno que agride um professor deveria ser expulso e não somente suspenso... No meu ponto de vista os principais culpados pelos delinquentes que no caso são alunos, são os pais que não souberam educar de maneira correta. Nem sempre o "marginal" vem de família com falta de estrutura principalmente financeira, existem muitos casos de "marginais" que vem de uma família de qual muitas vezes chega a ser até inacreditável aceitar que o mesmo cometera um "delito". Punição rigorosa, limites, ordem, desde o berço é o que vai fazer com que o índice desses acontecimentos diminua.

Rafael de Lima
3ºC

Jessica disse...

O instinto marginal na minha opinião começa em casa com a influência dos pais.Muitos deles super protegem seus filhos fazendo com que eles se sintam donos do mundo e por isso qualquer coisa que eles possam vir a fazer de errado não haverá consequências.A missão dos pais é educar seus filhos e ensinarem a eles o respeito pelo próximo,não humilhando ou maltratando outras pessoas e até seres vivos de outras espécies para que eles se tornem dignos de viverem em uma sociedade civilizada,respeitando regras e o espaço do outro.

Jéssica Soares Porto 3ºC

leticia disse...

Infelizmente esta é a realidade nas escolas.Os agressores devem ser punidos sim,e não deve ser cedido por nenhuma ameaça a ser lançada,as escolas devem alertar aos pais dos agressores e conversar com a presença dos mesmos,para tomar alguma atitude e assim resolver a situação caso contrario procurar outros meios de resolver o problema.O que não pode é deixar sem punição e assim conseqüentemente
deixar com que eles façam de novo sentindo-se mais "poderosos" que a escola.
LETICIA MACHADO 3C

Aline disse...

O texto trata de um assunto muito importante e preocupante nos dias de hoje, os pais e os filhos perderam o respeito e o limite de cada um,e a escola está muito fraca com a educação em geral e até mesmo com a ética daquele educador.
Muitos professores não sabem separar o momento de brincar com seu aluno e o momento de mostrar respeito.
Mas o grande culpado da atitude e da maneira do adolescente agir assim é a falta de conversa e atenção dos pais, muitos estão preocupados em ver tv, fofocar com o vizinho e etc, esquecendo que seu filho tem que crescer sabendo e reconhecendo o mundo que vivemos e o limite de cada um, não é porque temos uma condição financeira mais alta que o outro que somos melhores, todos nos temos o mesmo valor para Deus ninguem é melhor ou pior que o outro para o Deus!!
mas infelizmente muitos não pensão desta maneira e o mundo cada vez se encaminha para o fim dos tempos.
Aline Da Silva Grimmler 2ªf

daimesquita disse...

Isso tudo acontece hoje em dia, por causa dos educadores (pais). Filhos agridem seus pais e outras pessoa s mais velhas... É a maior falta de respeito...
Toda boa educação deve vir de casa, pois os professores somente tem o dever de passar todos os conhecimentos possíveis para seus alunos, repito, que a educação deve vir de casa.
O mundo está se tornando uma tragédia com toda essa função.
Você já parou pra penssar como será nosso palneta futuramente com tudo o que estamos fazendo com ele?
Principalmente a má educação que estamos tendo uns com os outros...

Bruna disse...

O assunto que o texto trata é triste, mas infelizmente é a realidade hoje em dia.
Antigamente as novelas eram feitas para entreter as pessoas, mas hoje ja são usadas como forma de alerta para as pessoas sobre tudo o que acontece no mundo. Há um tempo atrás as novelas tratavam de amores impossíveis e famílias felizes e no final todos sabiam que o mocinho e a mocinha ficariam juntos mas hoje está mais difícil de identificar quem é o mocinho e quem é o vilão, pois as pessoas tem duas caras, fazem trapaças e partem para a violência, coisa que não acontecia antigamente pelo menos em rede nacional.
Bruna Garcia 2ºG

Felipe disse...

A violência só esta cada vez mais aumentando porque os pais muitas vezes não educam seus filhos em casa e querem que as eles sejam educados na escolas, mas eduacação vem de casa, vem da criação dos pais, a partir da hora que isso começar a acontecer os as crianças desse geração não serão mais violentos e agrecivos como estão atualmente. E os pais tem que porem limites no seus filhos, verem com quem eles estão andando, se não é nenhuma má influência para ele, o que ele esta fazendo na internete, qual o tipo de jogos que seu filho jogo, quais filmes e programas ele assiste.Tudo isso influência essa nova geração de jovens a serem violentos e agrecivos na rua e nas escolas.

Felipe Dutra 2ºG

luciana disse...

nao tenho acompanhado a novela, mas acho que tais perguntas nao tem respostas,mas tambem concordo que a culpa e dos adultos inconsequentes que criam esses jovens ainda nao tenho idade para julgar mas espero nao quero ser tao irresponsavel para um dia criar um marginal
luciana
2°f

Elen disse...

Acho que isso não é so na ficção. No dia dia os professores enfrentam alunos mau educados e violentos .
E os pais para contribuir mais com essa violencia acham que a culpa e dos professores e não de seus filhos delinquentes.


Elen 3c

sheila disse...

Pelo pouco que acompanhei do inicio da novela, Glória Peres sempre gosta de alfinetar a opinião pública e com isso fazer com que a sociedade tenha vez e voz através de seus personagens que fazem da ficção a visão do mundo real.Isso é saber usar as "ferramentas"da tecnologia a serviço de todos.
Sheila 3C

Elizangela disse...

A construção de uma pessoa depende da estrutura familiar se ela aceita o comportamento infantil do filho e ele vai fazer sempre porque a família apóia.
Elizangela 3c

Mariana disse...

Acho que educação começa em casa,para mim esse caso da novela tem meia verdade porque muitas vezes os alunos são agressivos por terem exemplos muitas vezes em casa e outras na propria escola,existe um incentivo de algum lado isso pode se ter certeza ninguem agride so por agredir,como diz a lei de newtom para toda ação á uma reação ,mesmo que nos sejamos pessoas que não tenha nada haver mais cedo ou mais tarde algo pode acontecer.

Mariana3ºc

pamela disse...

Eu acho o que acontece na novela, o mesmo surge na vida real,os pais não podem esentivar os erros dos filhos, se o filho errou tem que saber porque ele errou,e dizer para ele que não continue nesse erro, que isso vaievar para o fuituro dele. Bjs............
Pâmela,3ºC

André de Paula. disse...

O mundo esta cada vez indo para a linha derradeira,infelizmente a sociedade em que vivemos quase não tem mais disciplina,o texto acima é uma grande realidade a nossas vistas,mas quase ninguém da importância,só dão importância quando alguém toca no assunto,depois disso passa um tempo e esquecem.Isso que acontece a maioria das vezes a culpa é dos pais sim,pois o tempo em que vivemos é bem diferente do tempo passado.Educação é uma palavra chave para o comportamento de cada um,mas depende muito do tipo da "educação",uma educação fraca irá incentivar para um comportamento cada vez mais agressivo.Já uma educação onde os pais ensinam e dão um ótimo exemplo,irá incentivar ao filho(a)á seguir os mesmos preceitos dos pais.Mas isso esta difícil de acontecer.
André de Paula.2F.

Mariza Barboza 3°C disse...

A novela mostra bem o fruto de pais inconsequêntes aonde a palavra limite não existe, sendo para eles o ser humano um objeto de deboche e desprezo.
Onde os pais que deveriam ensinar e dar o exemplo de valores oa filhos são grandes estimuladores da marginlaidade deles e sempre saem em sua defeza.
Empurram ao professores, por estarem pagando, o dever de educar, sendo que a educação deve primeiramente vir de casa.
A realidade é que ninguém mais sabe em quem se espelhar, onde buscar valores.

Mariza Barboza, 3ºC

Anônimo disse...

Frequentemente é destaque na mídia ou até mesmo na escola onde estamos inseridos as cenas de bullying. Jovens adolescentes, sem limites, agridem seus colegas e professores e divertem-se com esse comportamento. Na novela Caminho das Índias, escrita por Glória Perez, a autora apresenta um caso peculiar nas instituições pagas e frequentadas por alunos de uma classe social alta onde o poder do dinheiro fala mais alto que os valores morais e éticos. Entretanto, essas cenas não se restringem a escolas com estudantes de alto poder aquisitivo; escolas de periferia e de classe média e(ou) baixa também são palco de cenas de violência. A solução para diminuir esse problema comportamental seria o apoio dos pais e professores aos jovens que apresentam esse comportamento, realizando um trabalho em conjunto a fim de valorizar as suas características positivas, amenizando as negativas e aumentando sua auto estima de maneira que eles sintam-se felizes no ambiente escolar e possam mostrar positivamente sua capacidade cognitiva e de relacionamento com os seus colegas e professores.

Carolina Gomes, 3ºC

pamela disse...

acho o que acontesendo na novela ja esta acontesendo na vida real pricipalmente nas escolas alunos desrespeitando professores e ate mesmo se agridem entre eles,mas a educaçao tem que ser dáda em casa independente da classe social
Amanda 3ºc

jean disse...

bom na verdade todo mundo tem uma parcela d culpa... Porque os professores hoje em dia grande parte deles nao ta nem ai pros alunos e eles tbm nao tem boa preparação para lidar com crianças problematicas, mas os pais tambem nao ajudam em casa ah vira um caus o negocio.
Entao todo mundo tem um pouco de culpa!!!

Jean 2°F

priscila lemos disse...

Uma coisa que vemos muito nos dias de hoje: formaçao de marginais.
Quando isso ocorre em classe média e alta, muitas vezes é porque não tiveram um boa educaçao,não tiveram oportunidades na vida, mas oque diremos sobre a classe alta? a educaçao deles deicha a desejar em suas propias casas, onde aprender que o dinheiro compra tudo, crescem sem limites e sempre acorbeyados pelos pais,verdadeiros formadores desses marginais, enquanto eles não tiverem consciencia do que estão fazendo, os jovens continuaram se tornando marginais, e quem sabe com avida dscubram que o dinheiro não é a melhor coisa da vida e que ela não compra tudo.

EDY disse...

O marginal se forma em todas classes ,mas o de classe privilegiada, o seus atos são silenciados pelo poder financeiro
Se for causado por de classe menos privilegia ele pagara pelo menor erro e será condenado pela mesma sociedade que o formou
EDEN CAVALHEIRO 3°C

dione disse...

Um marginal se forma em casa,porque o filho é o espelho do seu pai,como mostra a novela,e não pela sua conta bancaria,só porque eu sou pobre ou de cor,não me torta um marginal...

Anderson disse...

Eu acho que a educação vem desde do nascimento da pessoa, da educação que os pais dão pra ela, e orientala do certo ou do errado.
E do ponto de vista de pessoas de classe media alta veÊm o pobre como um ladrão. Mas eles esta completamente errado não se deve julgar a pessoa pela aparencia ou condição financeira e sim pelo Caráter da pessoa.

Nome: ANderson
Turma : 3 C

Anônimo disse...

Na minha opinião, um marginal é formao dentro de casa, com ajuda de seus pais e da televisão.
Formado por aqueles pais que passam a mão na cabeça quando deveriam de tomar atitudes mais seria e com responsabilidade.E com a ajuda da tv, por eles mostrarem coisas desnecessárias, como o que a autora tentou passar com novela, e outros programas da tv brasileira.Assim tornando um futuro marginal.

Thais R. Cruz
3C

Amanda disse...

Nos dias de hoje vemos que a cada dia é piorar,pois professores são agredidos pelos alunos e pais por seus filhos muitos ficam com medo desse agresores e não sebem como agir.Se algum faz queixa em uma delegacia e o agresor for réu primário não acontece nada e ele volta acoviver na sociedade novamente,então a que conclusão cheguei é que a propria justiça é culpada pela formação de um marginal.Enquanto a justiça em nosso país continuar assim só tende a piorar cada vez mais.
AMANDA 3º C

bruno disse...

eu acho que o estilo de vida se é de classe baixa ou alta não tem nada vê,por que a muito aluno qua vão pra a escola obrigado pelo pais,e ai eles vão so para fazer baderna,marginalidade e outras atitude que não podem ser feitas.
Tambem pelo mundo a muitas pai que apoiam seus filhos com as marginalidade que fazem no dia dia.

dariane disse...

dariane2f; Isso é um problema gravíssimo éGlória Peres sempre demonstra, em suas novelas, a relidade em suas entrelinhas.A educação do país é precaria enem sempre os professores estão apto areagir diante de uma agressão e seus alunos, com os apoio dos pais ,se torman violentos é ninguém consegue para eles.

diuly disse...

Na realidade nenhum fato explica o fato de alguém virar marginal,a questão é existem fatores que podem contribuir para que isso aconteça,como uma educação falha dos pais que se preocupam apenas em fazer a vontade do filho e esquecem de impor limites,acredito que a família é a base de tudo,pois se uma pessoa não aprender a respeitar os próprios pais ou familiares como esta pode respeitar os "outros" ,profesores,colegas,amigos,a sociedade em geral?

william disse...

NOS DIAS DE HOJE, A TV ENSINA TUDO...
DESDE PEQUENOS AS CRIANÇAS SE ACOSTUMAM O VER FILMES,DESENHOS EATÉ NOVELAS COM VIOLENCIA!!
MAS TAMBEM OS PAIS TEM CULPA DE DEIXAREM OS FILHOS ASSISTIREM ESSES TIPOS DE PROGRAMAS.
MAS O DIA-A-DIA DOS JOVENS SEMPRE SÃO DE UM MODO OU DE OUTRO VIOLENTO.
POR ISSO DEVEMOS ACHAR UM MODO DE MUDAR ISSO...
ESSA VIOLENCIA TEM QUE TER FIM!!!!!
WILLIAM I. TORRES 2 °

Stael disse...

Infelizmente a nossa realidade hoje, é bem diferente do que nossos pais nos falavam.
Eles diziam que um simples repreendimento era suficiente para obedecerem, e nos dias de hoje os pais não tem pulso firme,deixam os filhos fazerem o que querem.

Stael
2°F