sábado, 28 de março de 2009

Produtos Mágicos

Produtos mágicos

Nossas motivações de compras são bem menos racionais do que a gente imagina
por Luiz Alberto Marinho

Você costuma bater na madeira para isolar o azar? Evita passar embaixo de escadas? Certamente já fez pedidos ao soprar as velinhas de um bolo, não fez? E alguma vez entrou com o pé direito em uma casa nova, um novo emprego ou no campo de jogo? Apesar de saber que as superstições são inócuas, centenas de milhares de pessoas ao redor do planeta reproduzem todos os dias rituais mágicos como esses. De fato, algumas vezes a força da crença até ajuda a confir- mar o mito. Um exemplo clássico é a elevação dos acidentes de carro nas sextas-feiras que caem no dia 13 de um mês qualquer – a ansiedade provocada pela má fama da data em alguns motoristas é tamanha que eles acabam mesmo provocando algum desastre.
Também no universo do consumo existem rituais repetidos inconscientemente por pessoas no mundo inteiro. Ou você acha que é o único que parte o biscoito ao meio, lambe o recheio e come uma metade de cada vez? Sabia que a maior parte dos compradores de jornais costuma pegar o exemplar que está em segundo lugar na pilha da banca por achar que o primeiro já foi muito manuseado? E o que dizer da mania de colocar uma rodela de limão no copo do refrigerante? O hábito, adotado primeiro pelos consumidores, fez com que grandes empresas colocassem no mercado produtos como Lemon Coke ou Pepsi Twist.
Especialistas em comportamento garantem que pontos-de-venda e produtos que conseguem se integrar à rotina de seus consumidores possuem maiores chances de elevar suas vendas. O mesmo acontece com as marcas que obtêm uma espécie de devoção religiosa de seus consumidores, como sustenta Martin Lindstrom, autor de um livro sobre neuromarketing chamado Buy-Ology (ainda não lançado em português), que resume os resultados de três anos de estudos feitos em parceria com pesquisadores de Oxford. Depois de expor cerca de 2000 voluntários a distintos estímulos de marketing e fotografar suas mentes com a ajuda de um avançado equipamento de ressonância magnética, Lindstrom acredita ter confirmado a relação entre marcas e religião. Ele registrou, por exemplo, as manifestações cerebrais de freiras em profundo momento de oração e comparou essas imagens com a da mente de consumidores expostos a fotos de produtos icônicos, como um iPod e uma Ferrari. As manifestações são praticamente idênticas.
Isso tudo só confirma que nossas motivações de compra são bem menos racionais do que imaginamos. Assim como adotamos procedimentos mágicos em busca de sorte, também compramos “produtos mágicos” em busca de beleza, inteligência, sofisticação. Abraçamos mar cas com fervor religioso e saciamos nosso apetite com novidades. E, no fundo, nem percebemos direito como e por que fazemos tudo isso.
Luiz Alberto Marinho é publicitário e adora o ritual de comecar o dia tomando café e lendo o jornal na padaria da esquina da sua casa. produtointerno@abril.com.br.

Créditos:

http://vidasimples.abril.com.br/edicoes/078/caminhos/conteudo_429367.shtml


49 comentários:

katis disse...

Por mais que as pessoas digam que nao acreditam em supertiçoes todos tem um pouco dentro de si.
Eu mesmo nao passo por baixo de escada e nem gosto de gato preto haha.
Mas nao podemos exagerar e acreditar em tudo o que dizem!
Temos te que acreditar mas nao levar a vida em cima disso!
Valeu!

chris disse...

O texto fala sobre a influência que as pessoas sob algo diferente,ou seja , mito, comentários que acrescentam drama ou até ficção sobre o mesmo.

Aline disse...

Não acredito que seja verdadeiro, acho que se tem que acontecer acontece e deu é assim a tragetória de vida do ser humano,é a vontade de Deus e não é com essas crenças espirituais que vamos conseguir evitar algo que vai acontecer, se é a vontade Deus nada vai mudar isso.
Aline Da Silva Grimmler 2ºf

emerson disse...

o texto conta que as pessoas tem manias de supertiçoes sobre coisas banais da vida como por exemplo passar de baixo de escadas ao inves de se preocuparem com coisas mais importantes na vida .essas banalidades nao interessam supertiçoes sao na realidade fantasias da cabeça das pessoas que ficam imaginando coisas para achar oque ocupar a cabeça penso que nada disso importa apesar de ser influenciado pelas tais supertiçoes.

Douglas disse...

Eu Douglas Fonseca, tenho a opnião de que as pessoas tem diferentes pontos de vista, pois acreditam em mitos ou em contos fictícios, ou seja, dão importância a algumas mudanças.

Rafael disse...

Acredito que isso seja tudo em função das propagandas que nos "marcam" que muitas vezes possuem mensagens subliminares, o que nos causa maior interesse e as vezes até um "vício". Uma propaganda bem feita é produzida por estudos e mais estudos sobre o que nos vai causar, e as vezes inconcientemente faz com que nos chame mais atenção e nos cause o desejo de comprar o produto. Não acredito em supertição e sim em coincidência.

Rafael de Lima
3ºC

Jessica disse...

O mundo de hoje está globalizado e por isso tudo que pensamos,falamos e como agimos é pescado por cientistas e marketeiros de plantão.A atitude das pessoas mostram o que elas querem e o que elas necessitam e o mercado logo trata de satisfazer estas necessidades através de produtos que faça com que elas se sintam bem em consumir.Muitas vezes o consumidor é abdusido por produtos mágico e se tornam dependentes e acabam que não querem mais outro produto a não ser aquele.O consumismo pode ser um problema e o mercado faz de tudo para que essa febre se espalhe ,oferecendo bons produtos,com bons preços e vantagens.O mundo é capitalista graças aos consumidores que gastam e gastam.

jean disse...

Eu acho essa coisa de superstições uma bobagem cada um faz a sua sorte ou voce acha que porque voce quebrou um espelho que vai ter alguns anos de azar ou pq passou de baixo de uma escada voce não vai ganhar na loteria coisas como essa só provam como as pessoas são faceis de se convencer.O ser humano tem curiosidade de aprender sobre o inexplicavel.

Jean Mendes
3C

bruno disse...

E que o mundo de hoje está muito diferente de antigamente, no jeito das pessoas agir e pensar.hoje a maioria das pessoas não acreditam nas gírias que tinha antigamente, agora e tudo mais moderno mais tecnologia que antigamente não avia como agora.
por isso que antigamente avia essas gírias que agora algumas pessoas acreditam e outras não.
Bruno Alves fagundes 2°g monsenhor queiroz

karina disse...

penso que tudo que as supertiçoes falam eh serio.
eu nao faço nada que dizem que da azar,acho que ate creio muito nelas!
mas a maioria das pessoas nao acreditam muito nelas,talvez seja ate por isso que o numero de acidentes de transito é maior na sexta-feira 13..que por acaso é meu numero de sorte!!!
realmente o texto aborda o assunto mais temido da populaçao...o azar!

karina

2 G

karina disse...

esse texto é super legal,pois trata um dos maiores medos da populaçao,o azar! mas penso eu que todas as pessoas temem passar por cima das supertiçoes.
eu por exemplo creio muito nas supertiçoes,sexta-feira 13 por exemplo e sagrado se cuidar,mesmo o numero 13 sendo o meu numero da sorte.

Thathazinhah disse...

Eu acho que cada um sabe de suas superstições e manias, tem gente que é obcecadas por isso, mas eu não acredito muito nisso mas tambem não arisco não passo de baixo de escada e nem tenho gato pŕeto.
Thais Botelho da Cunha 2g.

Kalvin disse...

Eu sou meio encima do muro com crenças, sou aquele cara que só acredito vendo, Hoje em dia eu não acredito, mas si aparecer algo suspeito garanto que rapidamente mudarei de opinião.

Kalvin Garcia

Felipe disse...

É esse texto trata de um assunto bem polêmico na sociedade do mundo, mais nessas superstições eu não acredito q podem ser reais ou q podem acontecer, mais respeito a opinião de cada um.

Felipe Dutra

2ºG

REDAÇAO disse...

Por mais que o texto fala sobre superstições eu acredito so vendo.
Isso nunca aconteceu comigo,MAS se houver algo de errado eu mudarei minha opinião.

Bruno disse...

Concordo plenamente , pois hoje em dia as pessoas compram os produtos não por necessidade e sim por estética , por exemplo muitas pessoas compram um óculos mas não por que estão precisando e sim por que esta na moda usar ou então para parecer mais inteligentes .
Nos dias de hoje as pessoa compram com os olhos e não param para pensar se realmente precisam do mesmo
Um bom exemplo e minha mãe uma compradora compulsiva
compra pilhas de cosméticos sem necessidade alguma , alguns ela nem usa .


BRUNO JACHSON MENDES

REDAÇAO disse...

Eu não acredito muito nessas superstições,acho isso uma bobagem.Acho que tudo que consumimos é por que queremos,mas cada um tem suas crenças,de um modo ou de outro,cada um tem a sua.Claro tem muita gente que acredita em bruxaria,e até paga rios de dinheiro por isso,mas pra mim essas coisas não passam de mitos,e também são ditos pelas pessoas mais antigas que já tinham essa ''crença''.

RENATA BRITO
2G

andriele disse...

NINGUÉM PODE DIZER QUE NÃO ACREDITA EM SUPERSTIÇÃO PORQUE EU CONHEÇO PESSOAS QUE NÃO SAI DE CASA SEM OLHA O SEU HOROSCÓPO EU ACHO A MAIOR BOBAGEM MAIS NÃO DÁ PRA ACREDITA EM TUDO QUE SE ESCUTA OU SE LÊ OU ATÉ MESMO VÊ!
NÃO DÁ PRA SE LEVAR A VIDA ATRAS DE SUPERSTIÇÃO OU SE NÃO NINGUÉM MAIS VIVE.ANDRIELE 2G

marcelo disse...

POR mais que o texto fala em supertições eu não acredito muito nisso porque nunca aconteceu algo parecido assim com alguma pessoa que eu conheça
MAS si acontecer algo suspeito eu mudarei de opinião.

Marcelo sperling 2° g

Stephanie Prietsch disse...

Olha, posso não acreditar por uma lado ..
Mas como tem aquele ditado, melhor prevenir do que remediar ..
Sempre tento desviar de passar embaixo de uma escada, sempre do aquelas três batidinhas na madeira, quando falo alguma coisa 'de ruim'
Sexta feira 13 então, lua cheiiia .. hehe!
Sei lá sabe, por uma lado é tudo uma bobagem, que não tem o que acontecer.
Por outro lado quem acredita, por que não sabe ?
Pra que da sorte para o azar ?
Como eu sempre diigo, tenta a sorte que o azar é certo. :)

Stephanie Prietsch 2ºG

Mariana disse...

Eu particularmente acredito porque já tive muitas provas que isso tudo tem um certo fundo de verdade!É claro que nem tudo é 100% confiável ,mas muita coisa sim, eu só acho que tem muita gente que exagera e isso não tem necessidade ,eu não passo embaixo de escada mais não é só por causa da supertição ,mas também por medo de algo cair na minha cabeça! Então acho que isso varia muito de pessoa por pessoa,por crenças e religião.

Mariana 3ºc

daimesquita disse...

Na verdade eu acho, que cada ser tem o seu modo de pensar e de agir...
cada um de nós temos fé ou acreditamos em algo diferente...
Nem sempre sabemos ao certo por que acreditamos em magias em gerais, supertições...
Mas aquele que NUNCA acreditou em papai-noel, coelinho da páscoa, sasi pererê...
... bruxas, ou aquele que NUNCA, nunca teve alguma crença em certo tipo de magia...
"Que atire a primeira pedra!"
DAIANE MESQUITA PEREIRA 2º G

EDY disse...

Eu não acredito em nada disso sempre foi assim se alguém no passado disse que fazer tal coisa e bom , não fazer e melhor ainda devemos parar e pensar todos somos um pouco mania tico
Só fizemos o que e bom rodela de limão bolacha depende do momento se estamos com presa, se fosse assim espelho seria inquebrável , estudaríamos genética só para não cruzar por gato preto, não usaríamos escadas , compraríamos sapatos do pe direito sexta feira treze e de azar por que sexta foi dia que Jesus foi crucificado e doze na numerologia combina com numero de apostolo ,tribos de Israel ,signo zodíaco e o treze so tem o Zagalo ,e temos os produtos de beleza mágicos de tão bom estão
Quase de graça e resolve so porque o famoso usa ,certamente ninguém usaria meu sabão mágico se eu insistir quem sabe em alguns anos não vira mania ou crença so o tempo dirá
EDEN CAVALHEIRO 3°C

EDY disse...

Eu não acredito em nada disso sempre foi assim se alguém no passado disse que fazer tal coisa e bom , não fazer e melhor ainda devemos parar e pensar todos somos um pouco mania tico
Só fizemos o que e bom rodela de limão bolacha depende do momento se estamos com presa SE fosse assim espelho seria inquebrável estudaríamos genética só para não cruzar por gato preto ,não usaríamos escadas , compraríamos sapatos do pe direito ,sexta feira treze e de azar por que sexta foi dia que Jesus foi crucificado,e doze na numerologia combina com numero de apostolo ,tribos de Israel ,signo zodíaco e o treze so tem o Zagalo ,e temos os produtos de beleza mágicos de tão bom, estão
Quase de graça, e resolve so porque o famoso usa ,certamente ninguém usaria meu sabão mágico se eu insistir quem sabe em alguns anos não vira mania ou crença so o tempo dirá
EDEN CAVALHEIRO 3°C

maicon disse...

Na minha opinião qualquer pessoa tem uma supertição mas nada disso era uma coisa real como se passarmo por baixo de uam escada fosse dar azar mais cada um sabe oque faz oque pensa eu penso que a gente tem que ser superticioso sim mas so no se arrumar ou tentar a sorte derrepente a gente encontra.


Maicom rosa 2°g

jean disse...

Por mais que as pessoas digam que nao acreditam, la no fundinho sempre tem alguma coisa que acreditam so que nao dao o braço a torcer, mas na verdade se as coisas tem q acontecer acontecem!!!
Isso nao depedende de nos, e sim de DEUS!!!


Jean 2 F

jean disse...

Por mais que as pessoas digam que nao acreditam, la no fundinho sempre tem alguma coisa que acreditam so que nao dao o braço a torcer, mas na verdade se as coisas tem q acontecer acontecem!!!
Isso nao depedende de nos, e sim de DEUS!!!


Jean 2 F

Elen disse...

Cada pessoa pensa diferente e tem supertiçoes , isso tem a ver a cultura e religião de cada um.
AS pessoas não pensam por si proprias e acabam copiando umas as outras.

jennyh disse...

Acredito que as surpetições fazem parte da nossa cultura, pois, desde criança somos ensinados de uma certa forma onde a utilização de diversos rituais se torna tão comum em nosso dia-a-dia que acabamos por nos acostumar com eles sem ao menos questioná-los.
Jennifer 3° C

priscila lemos disse...

Realmente por mais que não acreditamos em supertições sempre nos deixamos levar por algumas delas. Também quando algo nos parece verdadeiro e alguém passa a nos dizer que é, automaticamente se torna verdadeiro, é o que acontece com marcas como nike, mas acho que não devemos nos deixar tanto para certas coisas que nos dizem.
3º C

pamela disse...

Eu acho que essas coisas de supertições não existe, é uma bobagem o que tiver que acontecer no dia vai acontecer,porque já esta previsto para o dia-dia. isso qqque acontece já é uma coisa automatica com agente.
bjs...............
Pâmela,3ºC

pamela disse...

Eu acho que essa de supertições é mito, porque agente não deve deixar lrvar por esse lado. Se eu tive-se deixado levar por esse lado já tinha acontecido orrores comigo! bjs............
Pâmela,3ºC

r disse...

Não acredito que seja verdadeiro, acho que se tem que acontecer acontece e deu é assim a tragetória de vida do ser humano,é a vontade de Deus e não é com essas crenças espirituais que vamos conseguir evitar algo que vai acontecer, se é a vontade de Deus nada vai mudar isso..
Rhaylander 2G

leticia disse...

As pessoas estão cada vez mais materialistas sem perder algumas de suas crenças,a mídia que não é boba nen nada percebe isso e usa suas artimanhas para vender seus "produtos mágicos".Em pró de suas crenças elas acabam gastando seu dinheiro em coisas que não mudaram em nada suas vidas,coisas que elas mesmas fazem com que se torne supertições mas não se dão conta disto.
LETICIA MACHADO 3C

Amanda disse...

Eu acho que supertições é uma bobagem mas todo mundo tem um pouco.Como quebrar espelho que da 7 anos de azar e outras coisas mais.tambem tem os produtos que consumimos só pela propaganda e achamos que é´uma maravilha,só queremos usar (aquele)os vededores vao fazer de tudo para nós comprarmos.
amanda 3ºc

dariane disse...

Dariane2f;As superstições sempre existiram.Hoje em dia muitas pessoas acreditam que se um gato preto passar na frente elas podem estar azaradas passa o resto da vida. bobagem.Ter azar pode ser força do destino.Creio que as pessoas se deixam lervar pelo que os outros falam e ficam se martirizando com superstições bobas.

dione disse...

Eu não acredito nisso,se eu quebrar um espelho terei sete anos de azar isso é uma bobagem,vem da cabeça de cada um.

nome:dione 3C

Mariza Barboza T:3ºC disse...

Com certeza nem percebemos direito como e porque fazemos coisa deste tipo,talvez por custume,moda ou até por superstição mesmo ,o ser humano esta´sempre a procura de algo que o deixe feliz.Eu acredito que se crermos naquilo que queremos conseguiremos e não sendo supersticios e usando de artifícios mágicos

Mariza Barboza

dariane disse...

dariane2f;As superstilações sempre existiram.Hoje em dia muitas pessoas acreditam que se um gato preto passar na sua frente elas podem estar azaradas pelo resto da vida.Bobagem,ter azar pode ser forçar do destino.Creio que as pessoas se deixam levar pelo que os outros falam e ficam se martirizando com superstiçõe bobas.

rosiane disse...

A maioria das pessoas dizem que não acreditam em supertições, mas quem nunca desviou de passar em baixo de uma escada, eu sinceramente sempre desvio o caminho, mas também ja quebrei vários espelhos e nunca deu nada dei lá mas sempre evito.
Rosi 2ºF

Anônimo disse...

As crenças podem sim ter seu lado positivo algo que acredita-se muito tem muito mais chance de acontecer ou dar certo,pois que é atraído pelo o positivismo.
Agora ja as supertiçôes como gatos pretos,escadas e etc...isso acho que não funciona muito,acredito ser uma coisa da cabeça das pessoas.


caroline dutra costa 3 ano c.

sheila disse...

Acho que não existem produtos mágicos mas pensamento favorável que faz muita diferença.Quando tomamos algum medicamento e temos em mente que o efeito não vai ser dos melhores quase sempre temos reações adversas, ja por outro lado men tudo que é bom pra min surte o mesmo efeito.

Elizangela disse...

nao acredito sao superstiçoes bobas se formos acreditar em tudo que ouvimos nao fariamos certas coisas como por ex: nao sairiamos nas sextas feiras treze para nao correr o risco de ficarmos azarados.
elizangela 3c

Anônimo disse...

Não podemos condenar a superstição alheia, pois desde que essa crença não afete o bem estar pessoal e da comunidade, ela é válida. Essas ditas "superstições" foram impostas por`alguém ou por um grupo fanático assim como as famosas marcas e produtos de beleza, que são o sonho de consumo da grande maioria das mulheres, também foi imposta por um grupo dominante socialmente e pela mídia.
Thaís R. Cruz
3C

Ki disse...

Cada um escolhe no que acreditar.
Eu admito que acredito sim.Afinal desviar de um escada não custa nada.
Mas entendo perfeitamente quem não acredita.Cada um sabe de si.

Jaqueline 2F

luciana disse...

não nego que acho as superstições uma besteira mas tambem nao nego que sou um pouco superticiosa, acho que cada um faz o seu lado, cada um tem sua mania.
luciana da costa 2°f

diuly disse...

Acho esse negócio de supertição é realmente mito,mas tem quem acredite,acredito que devemos tomar cuidado com o que acreditamos pois aquilo que realmente acreditamos acontece.

william disse...

EU NÃO POSSO NEGAR QUE ACREDITO NESSAS SURPERSTIÇÕES, MAS UTILIZAR UM OBJETO COMO UM MP3 POR EXEMPLO COMO AMULETO DE SORTE OU RELIGIOSO JÁ É UMA BOBAGEM.
MAS TENHO COMO CONCEITO QUE A SORTE SOMOS NÓS QUE FIZEMOS
NADA COMO A FÉ EM NÓS MESMOS.
MAS ACREDITO QUE SORTE NÃO TEM NADA HAVER COM CRÊNÇA RELIGIOSA.
ASS: WILLIAM I. TORRES DO 2 °G

Stael disse...

Na minha opinião algumas pessoas se deixam levar por algumas supertições, mas que o destino nos reservou não vai ser uma supertição que vai mudar, mas ao meu ver a maioria das pessoas acreditam, mas dizem que não e procuram sempre desviar dessas supertições. EU NÃO ACREDITO MAS PROCURO SEMPRE DESVIAR.

Stael
2°F