segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Seja otimista e viva mais

Seja otimista e viva mais


Tudo é uma questão de ponto de vista. O fato é que encarar a vida de maneira positiva e enxergar as dificuldades como desafios garante mais saúde e longevidade, segundo novas evidências científicas

por Adriana Toledo
design Thiago Lyra
fotos Dercílio

Ser otimista é acreditar que o futuro reserva boas perspectivas e que é sempre possível encontrar uma solução para as adversidades. Na literatura, esse comportamento é representado — embora de maneira um tanto caricata — por célebres personagens, como Pollyanna, da escritora americana Eleanor Porter (1868-1920), e Cândido, do filósofo francês Voltaire (1694-1778). Eles têm em comum uma trajetória marcada por dificuldades e acontecimentos trágicos, que ambos enfrentam sem nunca perder a esperança de dias melhores.

Na vida real, é possível ser otimista sem tirar os pés do chão. “Para isso, é preciso analisar cenários, avaliar riscos e buscar saídas para um desfecho positivo, sem desanimar diante de obstáculos”, ensina a psicóloga Mirlene Siqueira, que estuda o assunto na Universidade Metodista de São Paulo. E acredite: olhar a vida por esse prisma não só promove bem-estar mental como faz um bem danado ao corpo. A conclusão é de pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, que acompanharam quase 100 mil mulheres durante oito anos.

O grau de otimismo das voluntárias foi mensurado por meio de questionários em que elas deveriam responder se concordavam com afirmações como “Em épocas de incerteza, eu sempre espero o melhor” ou “É mais seguro não confiar em ninguém hoje em dia”. O resultado da avaliação revela que as mais esperançosas apresentam um risco 9% menor de desenvolver problemas cardíacos e 14% menos probabilidade de morrer devido a qualquer outra doença sem ser do coração. “Quem pensa positivo costuma fumar menos, se alimentar melhor e se exercitar mais, sem contar que tem menor tendência a desenvolver depressão, estresse e pressão alta”, justifica a SAÚDE! a autora da pesquisa, Hilary Tindle.

O benefício também se aplica ao sexo masculino, de acordo com um estudo realizado no Instituto de Saúde Mental, na Holanda, com 545 participantes. No grupo de homens que acreditavam piamente que seus projetos se realizariam, houve uma redução de até 50% nas mortes por males cardiovasculares. Erik Giltay, líder do trabalho, arrisca uma explicação: “Essa postura provavelmente estimula o organismo a liberar substâncias como a serotonina e a dopamina, que afastam o nervosismo e protegem os vasos”.

Por falar em boas expectativas, eis um artigo que não está em falta entre nós brasileiros. “Desenvolvemos uma pesquisa comparando o otimismo no Brasil, nos Estados Unidos e na França”, conta a psicóloga Ana Maria Rossi, presidente da International Stress Management Association no Brasil. “Obtivemos o maior percentual, 67%, contra 54% dos americanos e 49% dos franceses.”

Ninguém precisa se tornar discípulo convicto de Cândido ou Pollyanna para ter uma atitude mais otimista diante de tudo. Dá para seguir essa via até mesmo num mundo tão competitivo e cheio de dificuldades — onde Pollyannas são esmagadas sem dó nem piedade. Ou seja, ninguém sugere que você deva adquirir uma visão edulcorada dos fatos, ignorando os riscos e os fracassos do cotidiano. “Além de gerar frustração, esse pensamento é ilusório, uma espécie de fuga ou defesa”, avisa Ana Maria Rossi.

“Otimismo requer, ao contrário, muita sensatez, consciência das limitações e capacidade de encarar a realidade, de buscar alternativas para contornar um impedimento”, explica Mirlene Siqueira. “Para isso, é preciso conhecer suas próprias habilidades, fraquezas e o contexto de determinada situação.” Autoestima, inteligência emocional, determinação, persistência e coragem, portanto, são características fundamentais nesse processo.

Mas quando, afinal, a ausência de uma perspectiva positiva representa um problema? Simples: “Quando a expectativa sempre negativa começa a afetar a qualidade de vida e a diminuir o interesse por coisas que antes proporcionavam prazer”, responde Erik Giltay. Na maioria das vezes, o indivíduo passa a imaginar que seus projetos nunca serão bem-sucedidos e desiste de tentar, o que elimina de vez qualquer chance de êxito. Daí, a decepção se torna algo frequente.

É claro que desilusões, perdas e insucessos pontuais podem deflagrar um pessimismo temporário. “Por isso, diante da morte de um ente querido ou da perda de um emprego, por exemplo, é importante buscar apoio social, nos amigos e familiares, para recuperar a positividade”, aconselha Ana Maria. Até mesmo a religião, a leitura de um livro com conteúdo estimulante ou o relato de uma história com final feliz dão uma ajuda extra em momentos assim. “E, se algo simplesmente não saiu como o planejado, o ideal é refletir sobre o que desencadeou o resultado frustrante e seguir em frente”, completa a psicóloga Marília Dela Coleta, da Universidade Federal de Uberlândia, no interior de Minas Gerais.

No entanto, se a pessoa passa a se comportar como se sempre tivesse uma nuvem negra sobre a cabeça, esse dia a dia nublado se torna um indicador de distúrbios psiquiátricos como depressão, transtorno de pânico ou distimia, o mau humor crônico. Nesses casos, a recomendação é buscar o auxílio de um profi ssional especializado em saúde mental. A psicologia costuma dar uma boa contribuição. “A terapia cognitiva ensina o paciente a mudar a forma de interpretar os fatos, e a comportamental lhe fornece elementos para que ele aprenda a substituir as reações antigas por outras mais saudáveis”, explica Ana Maria.

Há também uma linha de terapia recente chamada psicologia positiva que pode auxiliar os descrentes de plantão. “Ela se dedica a levar o indivíduo a compreender os sentimentos de felicidade, de bem-estar e de satisfação”, diz Marília Dela Coleta. No final das contas, o otimismo é uma questão de treino. E, se não dá pra ser feliz e acertar o tempo todo, pelo menos é possível viver sempre disposto a retomar a tal da felicidade (e, com ela, a saúde).


Créditos: http://saude.abril.com.br/edicoes/0316/bem_estar/conteudo_507248.shtml?pag=1

21 comentários:

RENATA BRITTO disse...

Temos que ser otimista com a vida,não ficar pensando no pior.Por que isso não faz bem algum,ficar sempre sendo negativo com as coisas só atrai negatividade ao nosso esapço.Temos que seguir enfrente tentando vencer cada batalha de nossas vidas,pensar que amanhã será ainda melhor que hoje mas quem derá que todos, nós ou a maioria pensasemos assim.A maioria das pessoas não pensam dessa forma,pensam o deusa ao será o dia de minha sorte ,quando tudo isso vai acabar e eu vou viver melhor ou será que vou vivier sempre asasim.Pra mim negatividade atrai coisas ruins,não faz bem pra nós seja positivo com vocÊ e com sua vida.


RENATA BRITTO 2G

ALISON disse...

ALISON 2F
Acho que se nós mesmo acreditasse na nossa capacidade de subir na vida,a gente não ficaria com o otimismo em baixa deixando de lado as coisas boa da vida.
Viver a vida é um ato de otimismo,onde não podemos pensar em coisas negativa,pois coisas negativas atraem coisas muito ruins como,a depressão,o isolamento pessoal e outras.Seja otimista para atrair coisas positivas para si e para sua vida,assim as outras pessoas o verão com outros olhos.

samantha disse...

Samantha 2f
Eu acho que a questão de ter otimismo é uma forma de aproveitar a vida melhor deixando-nos a nossa vida mais alegre e proveitosa, porem o pessimismo faz com que a vida se torne mais triste e até mesmo acabe com as esperanças ao qual tanto acreditamos, mas não é só isso, porque também nos prejudica na saúde em relação a depressáo,doenças cardiacas ou até mesmo outras doenças.Acredito que temos que ser sempre otimista, porque iremos atrair coisas boas ,positivas e alegres e não ser pessimista porque atrairemos somente coisas negativas,ruins e tristes.

Felipe Dutra disse...

Viver pensando coisas ruins, no meu ponto de vista só atrai coisas ruins.Tem pessoas que não vêem a lado bom das coisas nunca.Fica sempre pensando o quanto aquilo é ruim e que aquilo não vai da pra fazer, que não vai conseguir.Nó precisamos pensar positivo, acreditar que as coisas vão da certo, que algo de bom vai acontecer, que você vai conseguir e que ninguém pode impedir isso.Quem pensa positivo, atrai coisas positivas sem sombra de duvidas.Pense que pode, que concerteza você vai conseguir.

Felipe Dutra 2G

will torres 2° g noturno disse...

A vida é tao bela e, tão curta para sermos pessimistas.
Temos que ser otimista e seguir enfrente e principalmente não nos deixar nos levar nas dificuldades da vida.Pensamentos ruins só atraem coisas ruins para a nossa volta.
Devemos ter no pensamento que tudo vai dar certo e nada mais.
Coisas boas atraem coisas boas e, ficar no lado de pessoas que gostao de nós é que nos ajudam e nos dão força.
Devemos nos levantar nas dificuldades e tropeços da vida e seguir enfrente com a cabeça erguida.
william i. torres 2° g do noturno

leticia machado disse...

Ser otimista é uma questão de confiar em si mesmo, assim se você acredita poder fazer algo você será bem sucedida. Mas em momentos ruins se você não for uma pessoa com alta estima acabará ao cair no primeiro obstáculo da vida. Ter o pensamento com boas energias viveras bem de corpo e alma.
LETICIA MACHADO 3C

Jéssica Porto disse...

Na vida é preciso sermos otimistas,mesmo nas horas difíceis,já que quando pensamentos positivamente atraimos coisas boas.Devemos sempre pensar que tudo vai dar certo mesmo quando parece que não vai ter solução a não ser o fracasso,o pessimismo faz mau,piora as coisas e não resolve nada só nos atrapalha.
Jéssica Porto 3C

Anderson disse...

NOME: ANDERSON LISBOA SANTOS
TURMA: 3 C

Temos que ser otimista sim, pois se pensarmos em coisas ruins acabaremos atraindo coisas ruins.
Por isso devemos pensar em coisas boas mesmo que seja impossível de acontecer. Nunca pensar no pior, e sim pensar naquilo que nos faz bem , pois devemos aproveitar muito a vida pois guando agente morrer não levaremos nada dela.

Jean disse...

Não acredito que o otimismo ou o pessimismo influenciem de tal forma na vida de uma pessoa.
Ser pessimista não leva as pessoas a fazer as coisas sem vontade, mas sim a não esperar por algo quase impossível e se acostumar com a idéia de poder dar algo errado.
Ser otimista pode tornar uma expectativa em uma grande decepção e talvez levar as pessoas a desistir por sofrer um choque muito grande com uma derrota.
Será que essa pesquisa levou em conta o histórico médico de cada pessoa e seus antecessores.Será que com este diagnóstico os psiquiatras vão aumentar sua cota de pacientes, simplesmente por serem pessimistas?

Jean Mendes 3ºC

Rafael Lanzetta P. disse...

Não há leis físicas nem regras que provem, pensamentos negativos atraem negativos e vice-versa, o otimismo é um sentimento como qualquer outro.
O otimismo é um forma de fé, esperança, de forma geral uma crença.
Acredito que coisas ruins vão acontecer quando tiverem que acontecer, e coisas boas também virão quando todos estiverem preparados para lidar com ela, tudo tem um propósito, um porque.
Devemos viver felizes do jeito que somos e aceitando sempre o que nos é destinado, sem nunca desistir é claro.

Rafael Lanzetta P. 3C

Bruno jachson mendes disse...

na minha opinião tem muita gente que vive no pessimismo , não vêem o lado bom das coisas , minha mãe é um exemplo se pesnso em fazer ao novo , algo diferente do normal , logo ela me fala para nõa fazer pois pode não dar certo.Precisamos ser positivos para atrairmos coisas boas e positivas , eu acredito demais que tudo de bom que pensamos ,conseguimos o que queremos com mais facilidade

Bruna disse...

Temos que lembrar em primeiro lugar que pensamento positivo é tudo,pode ser bobagem mas se você pensar que vai dar certo dá certo.As pessoas não podem viver achando que tudo vai dar errado sempre e acabar vivendo sempre com medo de enfrentar as coisas, mesmo com as pessoas fazendo você pensar que não pode aprendar a dizer eu quero e eu vou conseguir porque gente para te botar pra baixo é o que não falta.

dione disse...

O pessimismo vem da cabeça de cada um,eu não acredito por que uma pessoa não pode sempre pessimista.Eu acredito em confiança em si mesmo se você acreditar em si mesmo vai ser uma pessoa muito melhor na vida no trabalho no colégio e etc.

dione freitas 3C

claitonjeske_ disse...

Acho que isso até é verdade mas ser otimista não vai fazer com que você viva mais e sim que você viva melhor pra viver maias as pessoas deveriam acreditar em si mesmo mas isso não acontece as pessoas nem sempre confiam em si mesmo sendo assim uma vida cheio de duvidas contudo as pessoas querem viver mais. Mas isso só acontecera se você for otimista, se cuidar bem e acreditar em si mesmo que você consegue.

claiton jeske 2ºg

Rosiane disse...

É otimismo sempre...
As dificuldades com certeza devem ser encaradas como um obstáculo sim. E se conseguirmos passar por eles maravilha é mais uma vitória.
Pra ser feliz e conseguir o que queremos não é fácil não. A real é matar um leão por dia, creio que só assim alcançaremos o desejado.
Mas também nem sempre tudo que queremos é o que temos.Então melhor deixar pra lá, mas só depois de muita luta, é claro.
E se não der certo mesmo, pense que não fosse o melhor, e que o melhor esta por vir.
Mas desistir fácil nunca.

mariza barboza disse...

Ser otimista faz com que nós vejamos e consigamos viver melhor a vida,não que isso irá influir nos acontecimentos,eles irão acontecer independentemente de qualquer coisa.
Acredito que se tivermos esperanças,conseguiremos superar os obstáculos e teremos novas oportunidades é só confiar.
Mariza Barboza 3c

karina disse...

Acho que a base de tudo é a positividade para qualquer coisa que fomos fazer é importante acreditar e ter fé de que tudo que nós querer podemos conseguir,por que é a pura verdade! quem quer realmente consegue e a nossa mente é a máquina mais avançada de todas! Sabendo usar atravez do nosso sub-consciente que tudo sabe não há misterios nesse mundo! basta querer vencer e venceremos tudo e todos!
karina 2G

Jaqueline Meireles 2 F disse...

Positividade, ta aí uma coisa que deveria nascer com todos os seres humanos. Pois ser positivo é o primeiro passo que podemos e devemos dar em direção algo que queremos.
E particularmente sou muito otimista, sem tirar o pé do chão,sem deixar de ser realista.
Há quem diga que pefere ser realista, do que ser otimista e acabar se iludindo.Eu discordo desse pensamento, pois ser otimista não é estar se iludindo e sim apenas esperar coisas boas ao invés de esperar coisas ruins, pensar em coisas boas, querer coisas boas, expressar coisas boas, sempre realizar algo acreditando que é capaz e que tudo vai dar certo. Tenho certeza que funciona afinal, nós atraímos o que transmitimos!

dariane disse...

DARIAANE2F;Eu me acho as vezes uma pessoa ,otimista pois estou sempre correndo atrás do que eu quero em quanto não chega o final eu não desisto pois sempre temos que tentar ,para a prender se não como vai dizer eu tentei mais não deu,nunca devemos desistir das tarefas da vida pois é tão bom viver ,não podemos ficar pensando negativo pois ai nada vai andar.Enquanto haver luz temos que correr dos nosso sonhos,e pensar sempre eu poso eu consigo e nada vai fazer eu desistir.

luciana souza da costa disse...

Não posso dizer que o otimismo ou o pessimismo influênciem sempre em minha vida, mas também não posso dizer que não influêncie.
Eu prefiro ser realista e tantar fazer as coisa, e não ficar pensando se irá dar certo ou se não irá dar certo.
Devemos esquecer o otimismo e o pessimismo e sermos mais realistas.
Luciana da Costa 2°f

Jackie Freitas disse...

Olá meu amigo!
Eu procuro sempre acreditar que nada em nossa vida acontece por acaso, portanto vejo isso como otimismo. Mesmo quando as coisas não acontecem como eu gostaria ou imaginaria que fossem, ainda assim tento enxergar um ponto positivo. Aprendi no decorrer da minha vida que de nada adianta ficar culpando os outros, a si próprio e, com isso, desanimar.
Excelente publicação!
Parabéns!

Super abraço,